Logo IFRJ

Professoras Finlandesas visitam IFRJ

professoras filandesas, assessora internacional e professores posando para foto

Duas representantes da HAMK University of Applied Sciences, da Finlândia, visitaram o IFRJ no dia 12 de abril. Irma Kunnari, coordenadora do Departamento de Educação Global da universidade finlandesa, e Marja Laurikainen, designer de projetos educacionais, conheceram os campi Rio de Janeiro e Duque de Caxias.

Essa visita só foi possível devido à parceria da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (Setec/MEC) com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), que promoveu o programa “VET Professores para o Futuro” – programa que visa à formação continuada de professores em eixos como aprendizagem – junto com universidades de ciências aplicadas da Finlândia. Segundo a assessora internacional do IFRJ, Adriana Rigueira, as representantes da HAMK já tinham ideia do que eram os Institutos Federais e a Rede de Educação Profissional Científica e Tecnológica, mas a visita era essencial.

O objetivo foi estreitar os laços já existentes entre o IFRJ e a HAMK. Adriana explicou que o Instituto Federal e a universidade finlandesa já possuem um acordo de cooperação assinado, chamado “Memorando de Entendimento”, que é um documento geral para iniciar a colaboração. As instituições também já iniciaram diálogos para ações de ensino, pesquisa e extensão em parceria.


Professores finlandesas com alunos do campus Rio de Janeiro

O desafio agora é transformar o Memorando em ações efetivas no ensino, na pesquisa e na extensão, com o foco na formação de professores. O professor de Análise Instrumental Julio Page, do campus Duque de Caxias, e o professor de Microbiologia Leonardo Costa, do campus Rio de Janeiro, estiveram presentes em todo o tempo de visita das representantes da HAMK. Representantes da administração do Instituto Federal Fluminense (IFF), que também participa da parceria, estiveram presentes.

Com simpatia e muito carisma, as representantes da Finlândia, Irma e Marja, cativaram os alunos da turma de Biotecnologia que trabalhavam em um dos laboratórios da unidade. A conversa foi intensa e muitos estudantes tiveram facilidade no diálogo com as professoras. Eduardo Gomes, que cursa o 5° período de Biotecnologia, conta que conversou com elas sobre o sistema educacional da Finlândia e a influência da HAMK no país. Ele contou como era o ambiente escolar do IFRJ e sobre o que os alunos estavam trabalhando no laboratório. “Eu falei do nosso preparo para o ENEM e para o mercado de trabalho e elas falaram do programa de intercâmbio de Bioengenharia, que é relacionado ao nosso curso e despertou o interesse de muitos alunos da turma”, explicou.


Professoras finlandesas com Adriana Rigueira

Visita ao campus Duque de Caxias

Após a reunião, as representantes finlandesas foram para o campus Duque de Caxias, onde fizeram um workshop sobre “Aprendizagem centrada no estudante”, que foi direcionado para alunos de Licenciatura, além de professores e colegas de outras instituições. Segundo o professor Julio, o workshop foi bastante produtivo, com discussões ricas em conteúdo. Todos contaram com a ajuda do professor de inglês do campus Nilópolis Willian Eduardo, que fez a tradução simultânea. 

Julio comentou ainda sobre a ótima impressão das representantes da HAMK sobre os alunos do instituto. “Fomos a dois campi e elas pediram para chamar os estudantes porque queriam conversar com eles. Foi notável a ótima impressão com o discurso dos alunos, a maioria demostrando o orgulho de fazer parte do IF. Essa troca com os alunos não foi planejada, mas foi muito bacana”, concluiu.

ASSUNTOS

SERVIÇOS

REDES SOCIAIS

NAVEGAÇÃO