Logo IFRJ

Representante de universidade australiana visita o IFRJ

Grupo de 8 pessoas, entre elas o reitor e o visitante australiano, posam para a foto de pé

Equipe do IFRJ, juntamente com o reitor Paulo Assis, recepcionaram Philip Marriot (de rosa, ao centro) nesta quinta

 

O reitor do IFRJ, professor Paulo Assis, recepcionou nesta terça-feira (03/01) o professor Philip Marriot, vice-diretor do Australian Centre for Research on Separation Science (ACROSS), da Escola de Química da Monash University, na Austrália. Philip veio ao IFRJ para conhecer as instalações e saber um pouco mais sobre a história e infraestrutura do Instituto.

O australiano tomou conhecimento sobre a instituição através do professor do campus Rio de Janeiro Ademário Iris da Silva Júnior, que em agosto de 2016 iniciou um pós-doutorado em café no grupo de Philip na universidade Monash. “Depois de conversar com o Ademário, quis vir até aqui para ver de perto o laboratório no qual ele desenvolveu seu projeto, conhecer um pouco da realidade do Instituto, que é bem diferente da nossa. Fiquei muito satisfeito com a recepção e com o esclarecimento de minhas dúvidas”, afirmou.

 

Paulo Assis, Philip e outras pessoas sentados à mesa veem apresentação em telão ao fundo

Apresentação falou também da Rede Federal como um todo

 

Marriot falou ainda que ficou muito feliz em perceber o engajamento do IFRJ com os interesses das comunidades nas quais os campi estão alocados. “É ótimo ver que o Instituto tem essa relação próxima com as comunidades, escutando suas demandas e tentando atende-las da melhor forma possível. Isso é algo que falta na maioria das universidades, que se acostumam apenas em formar pesquisadores nas áreas que as interessam, não se importando tanto com onde eles se encaixarão no mercado”, ponderou, dizendo ainda que ficou surpreso com a quantidade de campi e a abrangência da Rede Federal no Brasil.

Possível parceria

O reitor Paulo Assis destacou a importância da visita para a possibilidade de realização de um convênio com a Monash University. “Essa é mais uma possibilidade de trabalharmos a internacionalização do Instituto. Além do projeto que já vem sendo desenvolvido na área do café pelo professor Ademário, já estamos pensando em uma iniciativa na área de cerveja e na de agroindústria. Vamos caminhar no sentido de fazermos um convênio para que possamos desenvolver novos projetos”, explicou.

 

Philip de pé em um laboratório conversa com equipe de professores

Visita aos laboratórios do campus Rio de Janeiro fez parte da programação

 

Na parte da manhã, o representante da Monash University esteve no campus Rio de Janeiro, para conhecer diversos laboratórios. Já na parte da tarde, visitou a reitoria e participou de uma apresentação na qual foi introduzido aos demais campi e aos números de alunos, cursos e projetos da instituição.

ASSUNTOS

SERVIÇOS

REDES SOCIAIS

NAVEGAÇÃO