Logo IFRJ

NAPNE organiza mesa redonda sobre sociedade inclusiva

O Campus Volta Redonda recebeu, no dia 30 de setembro, a professora de Língua Brasileira de Sinais (Libras) do Centro Universitário de Volta Redonda (UniFOA), Andréia Oliveira Almeida, e o Diretor do Departamento de Esporte e Paradesporto da Secretaria de Esporte e Lazer (SMEL) do município, Hygor Dias de Carvalho, para uma conversa sobre a sociedade inclusiva. A mesa redonda foi organizada pelo Núcleo de Apoio às Pessoas com Necessidades Específicas (NAPNE) e teve como tema “O papel das CPDs no desenvolvimento e construção de uma sociedade inclusiva”.

A inciativa da mesa redonda surgiu após a professora de Libras do Campus Volta Redonda, Giovana Cardoso, convidar a professora de Libras do UniFOA, Andréia Oliveira Almeida, para conversar com seus alunos, estendendo o convite ao NAPNE para a realização de uma ação conjunta para a conscientização do Dia do Surdo, comemorado em 26 de setembro, e para a conscientização do Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, celebrado no dia 21 de setembro.

Durante a palestra, foram abordados assuntos referentes à inclusão de pessoas com deficiência em ambientes sociais. Andréia contou um pouco sobre como foi crescer em um ambiente onde seus pais possuem deficiências auditivas e falou sobre a importância da Libras na vida de todos que desejam trabalhar com o público ou de quem tem contato diário com pessoas que possuem essa deficiência. A palestrante também contou que o convívio diário com a língua fez com que ela aprendesse primeiro a falar a língua de sinais e somente depois a língua portuguesa.

O Diretor do Departamento de Esporte e Paradesporto da SMEL, Hygor Dias de Carvalho, contou um pouco sobre como é trabalhar com pessoas com deficiências e suas experiências em relação ao assunto. Falou também sobre a importância do esporte na vida das pessoas.

Para a professora Marcia Amira, integrante do NAPNE, a realização da mesa redonda foi um momento em que todos que estavam presentes puderam refletir um pouco sobre o assunto. “A gente conseguiu fazer um momento de reflexão e participação, esses momentos são importantes também para as pessoas, para os alunos”, comentou. Glauce Cortêz, coordenadora do NAPNE, completou dizendo: “Importantes para a formação inicial dos alunos da graduação, do técnico, e para a formação continuada dos colegas professores. Envolve também ação de formação continuada e informação para o público externo”, finalizou.

Colaboração: Daniela Romanelli

ASSUNTOS

SERVIÇOS

REDES SOCIAIS

NAVEGAÇÃO