Logo IFRJ

Professor de química ministra palestra nos “Seminários da Física”

O professor de química Flávio Violante ministrou um seminário com o tema “Coisas que os físicos poderiam nos ajudar a entender melhor”, no dia 09 de outubro, no auditório do Campus Nilópolis. O evento aconteceu como parte da programação dos Seminários da Licenciatura em Física, sob a responsabilidade de Marco Adriano Dias e Artur Vilar, respectivamente coordenador e professor do curso de Licenciatura em Física.

Flávio abordou na palestra alguns temas que foram motivados por suas dúvidas em relação aos fenômenos da natureza que ocorrem diariamente, mas que não são entendidos adequadamente.

O coordenador do curso contou como foi o convite para um professor de química ministrar uma palestra aos alunos e professores de física. “Foi motivado devido a sua participação em projetos institucionais e por sua experiência na pesquisa em química realizada no campus”, explicou Marco Adriano.

Marco disse, ainda, que o objetivo foi iniciar a construção de um caminho em que os físicos e os químicos possam colaborar entre si nos projetos que envolvam pesquisa, ensino e extensão. “Assim podemos contribuir para o fortalecimento institucional e, dessa forma, os alunos poderão contar com as orientações e coorientações dos docentes das duas áreas em seus projetos de pesquisa e de conclusão de curso”, contou.

Lorena Daniel, aluna do 3º período de Bacharelado em Química, disse que durante uma aula no laboratório o professor já tinha falado sobre assuntos da química, mas que seriam melhores explicados pelos físicos. “Algumas questões são vistas o tempo todo, mas não são facilmente explicadas, como a existência de algumas cores ou o verdadeiro porquê de alguns fenômenos acontecerem”, contou Lorena.

Larissa Bastos, aluna do 6º período da Licenciatura em Física afirmou que a palestra foi enriquecedora, já que ela aprendeu coisas que não conhecia. “Na física a gente costuma ter uma visão estreita do segmento da ciência, mas a ciência pode e deve ser vista aplicada, ou seja, de diferentes frentes, como a biologia e a própria química”, disse. De acordo com a aluna, é ótimo poder ver fenômenos do cotidiano que são aplicados na indústria e na ciência. “É interessante ouvir vários conceitos do ponto de vista de outras matérias, que no final a gente acaba compreendendo”, completou Larissa.

O palestrante contou que, ao longo dos anos de docência, viu que as disciplinas não costumam conversar entre si. “Quero incentivar os alunos a pesquisarem um pouco mais os conceitos que estão além das suas disciplinas tradicionais”, disse. De acordo com ele, foi gratificante a oportunidade. “Gostei muito do convite dos professores e louvo essas iniciativas, espero que tenhamos cada vez mais interação”, finalizou Flávio.

Colaboração: Camilla Fonseca

ASSUNTOS

SERVIÇOS

REDES SOCIAIS

NAVEGAÇÃO