Logo IFRJ

Startup Polimex Bioplásticos é aprovada em Edital Inovação na Indústria

Alunos fundadores da polimex de pé em frente ao banner da seleção

A startup Polimex Bioplásticos – criada por quatro alunos dos cursos de graduação em Tecnologia de Processos Químicos e bacharelado em Ciências Biológicas do campus Rio de Janeiro, em junho de 2018 – foi aprovada no Edital Inovação na Indústria edição 2018, promovido pelo Sistema S (SENAI-SESI-SEBRAE). O resultado final do edital foi divulgado no dia 20/02/2019.

O objetivo do edital é estimular o desenvolvimento de novos produtos, processos e serviços inovadores em micro e pequenas empresas, startups de base tecnológica e microempreendedores individuais, através de um Programa de Incubação com prazo de até 24 meses, incluindo financiamento econômico de até R$ 400 mil para os vencedores, além de serviços de consultoria, de mentorias com especialistas e do uso da infraestrutura técnico-laboratorial dos Institutos Senai de Inovação (ISIs).

“Trata-se de uma grande conquista para o IFRJ, pois a Polimex é a primeira startup da instituição aprovada neste Edital, que é bastante disputado e de abrangência nacional. Além disso, como o IFRJ ainda não dispõe nem de uma incubadora na área de tecnologia industrial formalizada, nem de recursos financeiros para investimento em startups criadas por seus alunos, trata-se de uma oportunidade de crescimento profissional para esses alunos, pois além do investimento financeiro, abre as portas de toda a infraestrutura técnico-laboratorial dos Institutos Senai de Inovação (ISIs) para eles”, explicou Simone Alves, mentora da Polimex e coordenadora-geral de Prospecção e Empreendedorismo da Pró-Reitoria de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação do IFRJ.

Premiados de todas as startups posam para a foto

Luan Campos, pesquisador e diretor de pesquisas da Polimex e aluno do Curso Superior em Tecnologia de Processos Químicos do campus Rio de Janeiro, afirmou que a equipe está extremamente feliz com essa conquista. “Ela significa muito e foi alcançada através de muito esforço da equipe, pois mesmo sendo uma startup recém criada (8 meses) evolui exponencialmente! A aprovação nesse edital irá nos permitir utilizar toda estrutura técnico-laboratorial dos ISIs espalhados por todo Brasil, permitindo o desenvolvimento e a caracterização de protótipos dos bioplásticos da Polimex, além do aporte financeiro de R$ 400.000,00 diretamente investido na nossa startup como resultado do projeto submetido por nós, com um investimento total de R$ 1.135.000,00 em um prazo de dois anos”, comemorou.

Luan explicou ainda que, na primeira fase do processo seletivo, foi avaliada a ideia do projeto da startup, submetida na plataforma do edital. Após essa fase, passaram por várias entrevistas com especialistas do ISI Biossintéticos, localizado no bairro de Riachuelo/RJ, no SENAI-CETIQT. “Na terceira fase do edital elaboramos, em colaboração com essa mesma equipe do ISI, um plano de projeto que foi então submetido para avaliação. A aprovação do nosso projeto no edital o coloca em outro patamar competitivo e em condições de, muito em breve, nos posicionarmos no mercado de Biopolímeros. O trabalho será iniciado no dia 13 de maio de 2019 e, até lá, temos muito a planejar para que nesses dois anos de projeto todas as nossas metas sejam alcançadas”, disse.

polimex e professor Genésio no auditório do campus RJ

A startup Polimex Bioplásticos foi criada durante a etapa Maratona do Programa Células Empreendedoras IF 2018, realizada no campus Paracambi do IFRJ. O Programa Células Empreendedoras IF 2018 foi promovido pela SETEC/MEC e a startup Polimex foi premiada em 1º lugar nacional em dezembro de 2018, durante a etapa denominada Conferência Final, realizada em Recife-PE. O Edital Inovação na Indústria edição 2018 é o 2º em que a startup é aprovada, uma vez que em dezembro de 2018 já tinha sido aprovada no Edital 2018 ProInterBio, de aceleração e internacionalização do SEBRAE. Com investimento de R$ 90mil, esse programa de capacitação foi iniciado em janeiro de 2019 e tem duração de nove meses. Além disso, na semana de 18 a 22 de janeiro, em visita técnica ao campus Rio de Janeiro do IFRJ, o professor Genésio Gomes, idealizador e gestor do Células Empreendedoras, anunciou publicamente que se tornou sócio da startup, sendo seu primeiro investidor anjo.

A professora Simone Alves salientou que, em todo o processo de desenvolvimento dos projetos para o Programa Células Empreendedoras IF 2018 e dos dois editais em que a startup foi selecionada, os alunos contaram com orientação de um grupo de professores do curso de Tecnologia em Processos Químicos, do campus Rio de Janeiro, que, além dela, reuniu também os professores Bruno Cotrim, Leonard Guimarães e Ana Catarina Gomes. “Todos nós estamos muito orgulhosos dos alunos e ainda recebemos convite para fazer parte da equipe técnica que participará das atividades do projeto aprovado nesse Edital Inovação na Indústria, juntamente com outros cinco pesquisadores do Senai. Esse edital é muito concorrido e apenas 25 startups foram aprovadas: é de fato uma grande conquista para o IFRJ e principalmente para a Polimex e para esses alunos que entram no mercado de trabalho com esse grande diferencial", finalizou.

ASSUNTOS

SERVIÇOS

REDES SOCIAIS

NAVEGAÇÃO